6 mitos sobre compliance anticorrupção

Fake News mitos compliance anticorrupção

O compliance — e principalmente sua área mais famosa, a focada em anticorrupção — se tornou assunto frequente em reuniões de empresas de todos os portes. Junto com o tema, vieram várias dúvidas e questionamentos. Para desmistificá-las, convidamos o coordenador do curso de Compliance Anticorrupção da LEC, Daniel Sibille.

1. Compliance Anticorrupção é só para empresa grande?

De forma alguma. A Lei Brasileira Anticorrupção desmistificou esse mantra, uma vez que todas as empresas de alguma forma interagem com agentes de governo, sendo fazendo negócios com o poder público, aplicando para licenças de funcionamento ou eventualmente sofrendo investigações ou fiscalizações das autoridades.

2. Compliance anticorrupção é uma área só para advogados?

Não. Este também é um outro mito. Hoje em dia, muitos dos profissionais mais renomados no mercado de compliance não são advogados e posso citar facilmente dois. O Alexandre Serpa e o Wagner Giovanini, dois incríveis profissionais e também professores da LEC.

3. A minha empresa já tem um programa de compliance. Eu não preciso mais me preocupar com isso?

Este é um erro bem comum. O programa de compliance deve ser vivo dentro da empresa para endereçar os principais riscos existentes no momento. O risco de ontem pode não ser o risco de hoje ou de amanhã.

4. Depois de um boom, a área de compliance anticorrupção está estagnada?

Entendo que de forma geral as áreas de compliance das empresas estão ganhando corpo neste momento e entendendo a verdadeira extensão de seus riscos e necessidades. Neste contexto, vejo um potencial de crescimento bastante grande para a área, porém com uma diferença. Nos últimos anos se contratou muitos profissionais para atender a demanda — em alguns casos sem muito critério. O que vejo agora é um critério maior na contratação, onde as empresas irão buscar profissionais mais especializados e com conhecimento técnico.

5. O Brasil é um país sem leis, por isso há tanta corrupção?

Entendo que o Brasil possui boas leis, mas a aplicação é ainda bastante precária. Com o advento da Lava Jato, creio que esta situação esteja mudando e isto é importantíssimo para todo os brasileiros.

6. Os brasileiros são mais corruptos do que os profissionais de outros países?

Não penso desta forma. Existem algumas pesquisas que mostram que um percentual de funcionários de qualquer empresa do mundo esta lá para fraudar a empresa, independente da nacionalidade, etnia ou qualquer outro critério. O que, sim, muda é o sentimento de impunidade e isto pode incentivar o funcionário de uma certa empresa ou país a se sentir mais confiante em cometer algum ato ilícito.

Inscreva-se no Curso de Compliance Anticorrupção, que inicia nova turma no dia 24 de fevereiro, e fique atualizado sobre os principais assuntos da área.

Nenhum comentário

Publicar um comentário