Do zero ao Selo Pró-ética. Saiba como o André do Grupo Alubar obteve sucesso com os cursos da LEC

O conceito de compliance ainda não é compreendido adequadamente até mesmo por pessoas que atuam em áreas relacionadas. No Brasil, instituições pioneiras, como a LEC, têm mudado essa realidade, oferecendo cursos de capacitação, além de um conteúdo rico sobre o assunto.

De fato, um curso de compliance pode ser o diferencial que falta na atuação de pessoas em diferentes áreas. Afinal, ao contrário do que se pensava até pouco tempo, a questão da transparência transcende o direito ou as finanças, passando por tudo que envolve o meio corporativo.

Essa foi a percepção de André Cruz, Gerente de Compliance da Alubar, empresa líder na fabricação de cabos elétricos de alumínio na América do Latina e atuante nos principais projetos de linha de transmissão do Brasil. Ele já trabalhava como auditor interno e, até fazer o curso, ele não percebia a abrangência do compliance. Neste post mostramos um pouco mais sobre a experiência dele com a LEC. Confira!

Qual foi o objetivo ao procurar o curso de compliance da LEC?

Segundo o André, ele conheceu a LEC por meio de um colega de trabalho, no final de 2014. Até então, o entendimento que ele tinha sobre o assunto se restringia a um componente do Framework COSO mas que relacionava-se apenas com o cumprimento de leis e regulamentos.

Com o tempo, nas avaliações de risco realizadas na empresa, percebeu que era necessário implantar um projeto de compliance. Ele ainda não sabia como funcionava e nem como implantar um programa de compliance.

No entanto, com o tempo foi percebendo a importância de compreender melhor o assunto para implementar um programa de compliance. Pesquisando sobre a área, o seu amigo foi o primeiro a ter contato com a LEC, fazendo o primeiro módulo do Curso Compliance Anticorrupção.

Com a experiência bem-sucedida do amigo veio o interesse do André em também entender melhor o conceito e todos os detalhes sobre um programa de compliance. Daí veio a iniciativa de fazer o curso.

Como conseguiu implementar o Programa de Compliance na Alubar e o que aprendeu no curso?

Enquanto fazia o curso, André não era responsável pela área de compliance na Alubar. No entanto, se interessou pelo assunto e percebia nas aulas como aquele conhecimento poderia ser implementado na empresa.

Em 2015, no mesmo ano em que fez o curso, implantaram o Programa de Compliance na Alubar, que nesse momento tinha um código de conduta, uma política anticorrupção e um canal de ética. Depois que o amigo deixou a empresa, André decidiu assumir o desafio de conduzir o programa de compliance no negócio.

A atividade foi feita em conjunto com a auditoria interna. Mesmo acreditando no programa, ele via dificuldades de ele ser implementado na prática, uma vez que não haviam informações suficientes sobre o tema. Assim, resolveu fazer outro curso da LEC, dessa vez online, o que para ele foi mais prático.

Nesse momento, ele decidiu fazer o curso pela segunda vez, mas de outra forma, pausando as aulas e fazendo anotações, pensando em como aquilo poderia ser colocado em prática na Alubar. Aos poucos foi tirando as coisas do papel e utilizando no dia a dia, sempre sanado suas dúvidas com os professores, que se mostraram muito acessíveis. Primeiro, instituiu os mesmos pilares aprendidos no curso e, aos poucos, o programa foi se delineando.

A tentativa de obtenção do Selo Pró-ética em 2016 foi um divisor de águas, sendo um passo muito importante para a organização. Afinal, a frustração na avaliação mostrou alguns pontos que deveriam ser melhorados.

Ainda assim, durante o processo, André percebeu que a Alubar já desenvolvia diversas ações que convergiam para atender um programa de compliance efetivo, e consequentemente conquistar reconhecimento. Pois já contavam com um processo de compliance bem instrumentalizado, com um nível de maturidade acima da média de muitas empresas e que tinha muito potencial para evoluir.

A não aprovação na primeira tentativa também decorreu da falta de informações que não foram adicionadas adequadamente no formulário de inscrição. Diante disso, entenderam a importância de documentar tudo e de maneira organizada, segundo as recomendações da Controladoria Geral da União (CGU), órgão que emite o Pró-Ética. Portanto, muito do que ainda tinha visto no curso da LEC ainda não havia sido tirado do papel.

Assim, começaram a colocar em prática todos os pilares do curso, de maneira rigorosa e planejada, claro, adequando à realidade da organização.

Em 2017, mais uma vez, tentaram e conseguiram com absoluto sucesso adquirir o Selo Pró-Ética. Nesta edição, 375 empresas submeteram seus programas a avaliação da CGU, mas apenas 23 foram aprovadas compondo um seleto grupo de empresas do país a ter esse reconhecimento.

Além do Curso de Compliance Anticorrupção da LEC, André participou do Compliance Immersion e diversos Congressos Internacionais de Compliance, promovidos pela instituição, onde ele irá palestrar este ano.

Nesses eventos, ele pôde fazer networking e estabelecer contato com pessoas de ideias e experiências parecidas com a dele.

Sempre que necessário André recorre às anotações realizadas nos eventos e nos cursos da LEC. Segundo ele, houve uma identificação com tudo que foi repassado desde o primeiro momento. Afinal, os professores passam um conteúdo teórico e prático com base em experiências já aprendidas no mercado. Por isso, ele acredita na qualidade indiscutível da LEC no mercado atualmente.

Qual é o diferencial dos cursos da LEC?

Para André, o grande diferencial da LEC é, exatamente, a expertise dos professores na prática. Dessa forma, além de uma boa base teórica, tudo que é ensinado pode ser aplicado na rotina de uma empresa. Sem contar que o fato dele não ser advogado não atrapalhou em nada no entendimento das aulas, pois o ensino é realizado de maneira eficiente.

Por isso mesmo, ele não acredita ser exagero falar que a LEC é a maior incentivadora do compliance no Brasil. A instituição, com certeza, contribui bastante para que o conceito de compliance tomasse forma e a proporção que tem hoje no país. Quando realizou o curso, André não tinha ideia do quanto usariam o compliance no dia a dia, sendo que a LEC foi um instrumento fundamental para desenvolver o tema.

A experiência do André mostra que os cursos da LEC oferecem o conhecimento necessário para quem, na prática, o aluno esteja habilitado a implementar um programa de compliance efetivo e uma cultura competa de integridade em uma organização. 

Ficou interessado? Receba agora um contato de um especialista LEC agora mesmo, sem qualquer custo, para tirar todas as suas dúvidas e saber se o curso também é adequado às suas necessidades!