Emir Callul Filho fala de como o compliance tem funcionado no Grupo J&F

600 custodiantes estão envolvidos no processo de investigação da J&F, a holding que controla o frigorífico JBS, o Banco Original, a Flora Higiene e Beleza entre outras companhias em diferentes setores. Desde que a empresa estabeleceu canais de denúncias específicos para cada empresa do grupo, o número de denúncias subiu. Hoje, são cerca de 200 a 300 denúncias todos os meses, de acordo com Callul.

“Temos que focar muito claramente em ter uma política calara de investigação e uma postura muito forte de consequências. Não podemos ser mais leniente com um ou com outro. E o chavão do compliance o Tone at the Top é super importante, as temos que apostar também na força do Tone at the Bottom, até porque a corrupção na empresa veio do topo. Compliance é feito por um conjunto de pessoas que se unem para fazer seu trabalho do jeito certo”, contou o Chief Compliance Officer da J&F.