Confira 5 dicas para planejar sua mudança de carreira com sucesso

mudança de carreira

Diversos profissionais, ao atingirem um determinado ponto em sua profissão sentem-se estagnados na carreira. A falta de oportunidades para ascender na área ou a falta de estímulos com o cargo que exercem levam diversas pessoas a um estado de apatia e insatisfação.

Mas, você deve saber que a escolha da profissão não precisa ser algo estático e nunca é tarde para realizar uma mudança em sua área de atuação profissional — aos 39 anos, eu já estive ao menos em 4.

Sabemos, porém, que para algumas pessoas a mudança nem sempre é algo fácil. Ingressar em um novo ramo de mercado exige, no mínimo: dedicação, para construir uma rede de contatos sólida; e estudo, para ampliar seus conhecimentos e torná-lo apto às oportunidades que surgem ao longo da jornada.

Se você está nessa situação e não sabe bem o que fazer para iniciar em uma nova área, não precisa se desesperar. Ao longo desse artigo tem tudo o que você precisa para iniciar o seu plano de mudança de carreira e ficar cada vez mais próximo do seu trabalho ideal. Então siga com a leitura!

Por que fazer um planejamento para sua mudança de carreira?

Antes de começar de fato a mudança, o ideal é que você construa um planejamento para a mudança de carreira. Vejamos o que um plano de carreira consistente precisa logo a seguir.

Um plano de carreira é como um mapa, que norteará sua jornada para que você atinja seus objetivos, de acordo com o seu apetite de risco.

Para construir a rota, é preciso, antes de tudo, conhecer o caminho e o viajante. Ou seja, seu plano de carreira contará com uma visão clara das oportunidades e crises da sua nova área e indicará quais são as melhores táticas para você tirar o máximo proveito delas.

Além disso, um bom planejamento deve considerar suas necessidades financeiras e mesmo a de rotina de trabalho e localização para entender se e quanto você precisa economizar para realizar a transição e se você pode aceitar um trabalho que inclua viagens internacionais, por exemplo.

Como elaborar seu planejamento de carreira?

Agora que já vimos as vantagens do plano para identificar as oportunidades e antecipar suas necessidades de aprimoramento, vamos construí-lo.

1. Defina claramente seus objetivos e metas

Continuando com a analogia do mapa, podemos afirmar que ele tem pouca ou nenhuma utilidade se você não tem um destino. Como escrito no clássico de Lewis Carroll, “quando você não sabe aonde quer chegar, qualquer caminho serve”.

Por isso, antes de iniciar qualquer etapa do seu plano de mudança de carreira, tenha clareza do que você gostaria de obter com a mudança. Que tipo de trabalho gostaria de ter, quanto gostaria de ganhar, onde deseja morar.

A partir desses objetivos, defina metas atingíveis, com prazos para realização. Essas metas serão o “x” que indicam o tesouro em seu mapa do planejamento de carreira.

2. Analise suas oportunidades atuais

Com o objetivo definido, você pode começar a montar seu mapa para entender o caminho para chegar até o “x”.

Para isso, avalie quais as oportunidades você tem na empresa onde trabalha, converse com seus contatos e pesquise para saber se existe demanda pelo serviço que você deseja prestar e quais as qualificações necessárias para ingressar nessa carreira.

Veja também alguns sites de vaga para entender o volume da concorrência e as habilidades e competências que os recrutadores consideram fundamentais e desejáveis.

Dê atenção especial às oportunidades da sua empresa. Afinal, como já conhecem seu trabalho e sua competência, seu caminho até um emprego na nova carreira pode ser muito mais simples.

3. Faça uma análise dos seus pontos fracos e vantagens

Conhecendo os requisitos da área, agora é hora de realizar uma autoanálise para entender quais são suas forças e fraquezas com relação aos outros candidatos neste nova carreira. Com isso você pode planejar uma rotina de estudos, cursos e palestras para ampliar seu potencial e aumentar, consideravelmente, as chances de sucesso.

4. Alimente sua rede de contatos

Para ampliar ainda mais suas oportunidades de inserção e sucesso na nova carreira, busque novas conexões na área. Então, cultive seus contatos atuais e faça networking em cursos, palestras, congressos e eventos na nova área.

Mais do que isso, ative esses contatos em suas redes sociais (o Linkedin é uma ótima ferramenta para esse fim e lá você pode se conectar comigo, se quiser), busque sempre acioná-los por e-mail, mensagem e publicar conteúdo relevante sobre sua nova área para manter-se mais visível para o mercado.

Pode ser interessante inclusive criar uma meta para networking. Ativar pelo menos um contato por semana e a cada evento criar pelo menos uma nova conexão são boas práticas.

5. Economize para a transição de carreira

Por fim, é recomendável que você se prepare financeiramente para a mudança de carreira. Se você já ocupa um cargo mais sênior na área atual, considere que pode ser preciso dar uns passos para trás até pegar o impulso necessário para atingir o mesmo patamar na nova área.

Para não sofrer com a mudança, tente reduzir suas despesas fixas e economizar para se manter tranquilo enquanto busca recolocação, se não puder fazer isso ainda empregado, ou para complementar o salário inicial da nova carreira.

Como um profissional pode ajudar no seu planejamento para mudança de carreira?

Para realizar a mudança, você pode ainda contar com a ajuda de um coach ou consultor de carreiras. Esse profissional auxiliará você na identificação e definição dos objetivos, bem como na análise das oportunidades de mercado.

A partir daí, poderá construir um plano de ação muito mais consistente para ampliar suas oportunidades. Procure uma empresa com credibilidade para auxiliá-lo nesse processo de transição de carreira.

Outro ponto que merece destaque é buscar por oportunidades com as quais você se identifica e que estão em alta e crescendo no mercado, como, por exemplo, a área de compliance.

Quais as oportunidades para iniciar na carreira de Compliance?

Se você ainda não entende muito bem, a área de compliance é responsável por manter a empresa alinhada com seus padrões éticos e com as normas, como as leis, os regulamentos e as suas políticas internas.  As mudanças legais, impulsionadas pela lei anticorrupção de 2013 e pelos recentes escândalos de corrupção, fizeram com que a área crescesse de forma exponencial no Brasil.

Mesmo que sua empresa ainda não possua o setor estruturado, logo devem surgir vagas na área com grande potencial de crescimento. Inclusive, este pode ser um excelente cenários para que você tome a iniciativa e assuma a responsabilidade de implantar a área dentro da sua empresa.

Agora que você entende melhor a importância do planejamento para mudança de carreira, continue nos acompanhando para ter sempre as melhores informações para alavancar sua vida profissional e saber mais sobre a promissora área de compliance. Não deixe de assinar nossa newsletter!

Márcio El Kalay é sócio e diretor de novos negócios da LEC Legal, Ethics & Compliance. Advogado formado em Direito pelo Mackenzie, é especialista em processo civil e mestre em Ciências Jurídico-forenses pela Universidade de Coimbra, em Portugal.

Compartilhe