Saiba agora o que são Soft Skills e como desenvolvê-las

Que o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, você já sabe; mas tem ideia do que as empresas estão realmente procurando em um perfil profissional para a área de Compliance das empresas? Soft Skills são a resposta.

Elas reúnem uma série de características que revelam para as empresas que você é capaz, por exemplo, de ter comunicação persuasiva e visão estratégica, entre outras habilidades.

Nesse cenário, apenas cursos e especializações no currículo já não são as únicas questões que decidem a conquista de um emprego ou de uma promoção. As competências técnicas continuam sendo importantes, mas o mercado de trabalho atual tem valorizado habilidades que não são ensinadas em sala de aula.

Neste post, você vai aprender o que é Soft Skills e por que você precisa desenvolvê-las. Acompanhe!

Afinal, o que são Soft Skills?

A personalidade e a conduta profissional são as competências chamadas de Soft Skills, que envolvem comportamentos emocionais, mentais e sociais. Elas compreendem as habilidades de cada pessoa, que envolvem experiências, criação, cultura, educação, entre outros fatores.  

Também são ligadas à maneira com que cada pessoa se relaciona e interage com seus pares no trabalho e como isso afeta os relacionamentos na empresa — consequentemente, a produtividade da equipe. Assim, as Soft Skills são difíceis de avaliar, já que fazem parte do crescimento pessoal e profissional de cada indivíduo, e não são adquiridas com capacitação técnica.

Hard Skills X Soft Skills

As Hard Skills são o oposto das Soft Skills. São as competências técnicas que descrevemos no currículo, como curso de línguas e MBA. Essas são habilidades que podemos aprender em um treinamento ou curso.

Como funcionam as Soft Skills no ambiente corporativo?

O modelo de ensino escolar brasileiro vem privilegiando, ao longo dos anos, as competências técnicas, ou seja, as Hard Skills. Podemos evidenciar essa realidade quando o jovem termina o ensino médio, sendo cobrado dele as competências técnicas. Esse fato faz com que eles encontrem dificuldades para fortalecer a inteligência emocional, na transição para a vida adulta.

Além dessa importante competência, as demais Soft Skills trarão engajamento, foco, motivação e, consequentemente, produtividade. Daí a importância das novas gerações estarem atentas a essa realidade, já que essas competências fazem parte das rotinas das empresas e são exigidas pelas mais modernas organizações.

O que as empresas buscam em um profissional?

Veja, a seguir, as principais habilidades valorizadas atualmente pelas empresas, com foco no perfil de um profissional de Compliance! Elas se relacionam e, muitas vezes, aparecem em conjunto nas pessoas que têm uma dessas competências bem desenvolvida — mas é preciso diferenciá-las para aproveitar o melhor de cada habilidade. 

Diplomacia

A diplomacia continua sendo uma das características mais valorizadas no mercado de trabalho, principalmente para os profissionais de Compliance. Pessoas que possuem essa característica mais avançada são capazes de assumir uma posição natural de liderança em momentos importantes.

Isso acontece porque profissionais diplomáticos conseguem fazer seus interlocutores acreditarem que estão em uma relação na qual todos ganham. Quando o contrário acontece, toda a cadeia de relacionamento fica comprometida.

Comunicação

Pessoas que sabem se comunicar no ambiente de trabalho, registrando suas ideias e opiniões com clareza entre os diversos níveis organizacionais, são capazes de contribuir para o desenvolvimento dos processos de uma organização.

Elas comunicam com linguagem adequada, para cada tipo de público, as questões importantes que envolvem as suas funções, sendo pessoas capacitadas para resolver problemas com diálogo e boa argumentação. São profissionais que conseguem se sobressair nas relações interpessoais.

Persuasão

A persuasão é a capacidade de argumentar e de convencer sobre a importância de determinado assunto ou processo dentro de uma organização. Ela é uma competência indispensável para os profissionais que desejam atuar na área de Compliance das empresas, visto que os desafios da implementação das regras e normas requerem alto poder de convencimento.

Resiliência

A capacidade de se recuperar de forma rápida de abalos emocionais e de se adaptar rapidamente às mudanças, principalmente no ambiente corporativo, é característica de um profissional resiliente. Isso significa que esse profissional sabe conduzir as questões do cotidiano sem transformar isso em outro problema.

O profissional que as empresas procuram é aquele capaz de passar por grandes desafios em seu cotidiano, sem deixar que as dificuldades afetem o ritmo de trabalho. Portanto, a resiliência é uma Soft Skill bastante valorizada pelas organizações. A resiliência é adquirida ao longo da maturidade profissional, pois depende muito do autoconhecimento e de como o profissional administra as suas emoções.

Visão estratégica

A capacidade de enxergar a empresa como um todo é uma Soft Skill fundamental para os profissionais de Compliance. Isso porque é necessário ter uma visão ampla de todos os processos das empresas e estabelecer métricas e indicadores para medir as ações e, no momento oportuno, demonstrar a efetividade delas.

Atitude positiva

A atitude positiva é fundamental para os profissionais de Compliance nas empresas, principalmente para aqueles do setor público, no qual os processos são bem mais demorados e existem vários departamento para serem estudados.

O profissional que detém esse perfil é capaz de motivar toda uma equipe rumo a um objetivo em comum, sem que, para isso, seja necessariamente o líder do time. São pessoas capazes de ensinar aos colegas, oferecer um bom conselho ou, até mesmo, chamar a atenção deles sem que pareça arrogante. Ao contrário, essas pessoas são percebidas como sábias e os outros as procuram em busca de conselhos.

Como vimos ao longo deste conteúdo, as Soft Skills são as habilidades que entendíamos como qualidades pessoais e que, hoje, são competências muito almejadas pelas companhias. Com isso, essas habilidades não dizem respeito apenas ao ambiente de trabalho (como as Hard Skills), pois estão ligadas à personalidade de cada indivíduo. Assim, elas não podem ser aprendidas da noite para o dia, sendo necessário um desenvolvimento constante.

Portanto, apenas as Hard Skills já não são capazes de destacar um profissional no mercado, sendo necessário desenvolver as Soft Skills para quem almeja se destacar na carreira de Compliance. 

Se você gostou deste post, conheça também o nosso workshop sobre soft skills!